Furungando no email

Descobri que usando o filtro “older:2010/01/01” é possível encontrar os emails anteriores a primeiro de janeiro de 2010, por exemplo, no Gmail.  Como a conta de email que uso hoje data de 09 de junho de 2006, em homenagem aos dez anos dessa conta de email, resolvi postar aqui uma curiosidade… um rascunho de discurso de Paraninfo, que redigi em agosto de 2006, para a formatura da Turma de Licenciatura em Química, daquele semestre. O discurso está incompleto. Devo ter salvo no email para fazer um backup e continuar trabalhando depois. Lembro que foi quase esse discurso que fiz.
“É um privilégio estar aqui como Paraninfo da turma de Licenciatura em Química, agradeço de coração a deferência.

No dia-a-dia da Universidade temos um relacionamento profissional de professor e estudante, que vai se transformando.  Afinal, tudo se transforma.

No início o professor é visto como um ser distante, frio, exigente, até rígido.
No início o estudante NÃO é visto pelo professor.

Como a primeira impressão é a que fica, nos relacionamentos humanos, mudar esse estado é muito difícil.

Mas aí passa o tempo…e que bom que passa….

Com o tempo, para o professor, cada estudante literalmente desabrocha….claro que algumas flores somente desabrocharão na próxima estação

Mas aquelas que desabrocham no momento certo tem tudo para ser transformarem em lindos frutos.

E aqui estão os frutos….

Já para alguns estudantes o que era distância passa a ser profissionalismo.
O que era frieza, passa a ser segurança.
O que era exigência, passa a ser qualidade.
O que era rigidez passa a ser responsabilidade.

E essa é a primeira mensagem que desejo deixar explícita aqui: RESPONSABILIDADE.

Nós TODOS, NOVÍSSIMOS E VELHOS professores sabemos de colegas que não cumprem suas responsabilidades em sala de aula.

E movidos por um “senso ético” não tomamos as devidas providências.

O que ocorre ?

Vai ficar uma lacuna. Aquela aula que não foi dada, por qualquer motivo, não volta jamais, pq tudo tem seu tempo.

Da mesma forma que as flores somente desabrocham no tempo certo….
Claro que aqui na universidade foi feita uma pequena parte do trabalho.
Se os frutos hoje aqui estão, têm de agradecer a muitas pessoas.

Essa transformação foi compartilhada com muitos, mas vivenciado na plenitude por uma única pessoa: cada formanda.

É !!! Somente UMA pessoa sabe com quantos hidrogênios se faz um ácido sulfúrico.
Pq a experiência pessoal é única e solitária.
Solitária como fica a sala de aula sem os ex-estudantes que nessa noite se formaram….

E que partem para transformar !
Mas para transformar se faz necessária CORAGEM !

E essa é a segunda mensagem que deixo explícita: CORAGEM !

Há de se ter muita coragem para se enfrentar a solidão e a obscurecência da profissão de professor,  sem esmorecer.

Obscurecência ? Por que grande parte do trabalho do professor não aparece: é o estudo prévio, é o preparo do curso inteiro, é preparo das atividades de cada aula,
é a confecção das avaliações, é a aplicação das avaliações, é a correção é a atribuição de graus….

Muitos só veem o professor em sala de aula….não o veem como a pessoa capaz de aprender aquilo que muitos não aprendem e explicar aquilo que muito não explicam !

E aqui deixo minha penúltima mensagem: UM PROFESSOR QUALQUER MINISTRA AULAS, mas UM BOM PROFESSOR APRENDE SUAS próprias AULAS !….”

….. o rascunho do discurso acaba por aqui…

 

Fica aqui minha pequena homenagem à formatura das meninas em 2006 ! Abraço do Dindo !

 

Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s